quarta-feira, 25 de março de 2009

VII

Estava Newton a cagar um dia
- A história da maçã não é verdade! -
E, vendo que o cocô pra baixo ia,
Depreendeu as leis da gravidade.

Beethoven, gênio inquieto, quase insano,
Estava ao seu cocô dando um deslize
Quando saiu correndo pro piano
Sem nem limpar-se e compôs "Für Elise".

Até Rodin, o famoso escultor,
Mimetizou a hora de cagar,
Que tanto inspira, no seu "Pensador".

Pois tudo quanto é saber e pensar;
Ciência e arte; e tudo quanto é fino
Tem muito a agradecer ao intestino.

6 comentários:

Carmem Luisa disse...

Passou na USP pra escrever sobre merda. Que merda!

Gabriel disse...

Obra-Prima, OBRAPRIMA

stefanie disse...

GEEENTEM, quem nunca atinou que "o pensador" é alguem em seu momento de reflexão mais profunda que atire a primeira pedra! XD

cahgay de rir

Ted disse...

Genial ^^

Gisele disse...

Vais acabar com hemorróidas U_u'

Elise disse...

Sabes que levou um chute pela parte do Für Elise, não? Hehehe suas poesias são sensacionais... mais legais que a do Glauco Mattoso =D

Site Meter