sexta-feira, 19 de novembro de 2010

XX

Quando o peido vem molhado
E um quentinho a gente sente,
É preciso ter cuidado,
É preciso ser valente.

Quem relaxa numa dessa,
Não faz força, não se breca
- Salvo a providência impeça -,
Sempre caga na cueca.

É preciso ser tenaz,
Resistir estoico e bravo
À urgência flatulenta.

É gostoso soltar gás,
Mas comete grande agravo
Quem a si mesmo excrementa.

Nenhum comentário:

Site Meter